Global Statistics

All countries
553,960,620
Confirmed
Updated on 2 de July de 2022 20:08
All countries
525,928,894
Recovered
Updated on 2 de July de 2022 20:08
All countries
6,360,587
Deaths
Updated on 2 de July de 2022 20:08
spot_img

Por que a bichectomia não é um tipo de harmonização facial?

Você sabe por que a bichectomia não é um tipo de harmonização facial? O biomédico esteta Daniel Dias Machado explica que ao contrário do que o senso comum pensa, a harmonização facial não se trata de um procedimento isolado, mas sim de um conjunto de técnicas que visam proporcionar maior harmonia à região do rosto sem intervenção cirúrgica. Pensando nisso, se deseja compreender como o procedimento de Bichectomia se enquadra num procedimento invasivo, leia o artigo até o final.

Como mencionado anteriormente, por ser um conjunto de procedimentos feitos na face, o tipo de harmonização facial é escolhido conforme necessidade dos pacientes. Caso você não saiba, essas técnicas passaram a ser disseminadas nas mídias e efetuadas tanto por homens quanto por mulheres que buscam melhorar a sua auto-estima e evitar o envelhecimento precoce.

O que é a Bichectomia?

Caso não seja do seu conhecimento, o excesso de gordura em forma de bolsas presente em cada lado da boca, recebe o nome de “bolas de Bichat”. Como explica o Dr. Daniel Dias Machado, o procedimento estético de Bichectomia consiste em retirar de forma total ou parcial essa bolsa, mediante intervenção cirúrgica, o que exclui essa técnica do grupo de harmonização facial.

Trata-se de uma cirurgia que é considerada um procedimento invasivo, o que se fosse ao contrário (não-invasivo), poderia se enquadrar como uma harmonização facial. Sendo assim, como entende o biomédico esteta, a Bichectomia só pode ser realizada por cirurgiões plásticos, visto que necessita de cortes na parte interna da boca, necessitando de anestesia local por exemplo.

Sendo um corpo adiposo, a Bichat é uma estrutura composta por tecido adiposo e acaba sendo encontrada num compartimento profundo anterior ao músculo. Nesse contexto, o Dr. Daniel Dias Machado considera que a bichectomia é também chamada de lipoplastia facial e também pode ser feita por meio de um cirurgião dentista.

Para que é indicado?

Em sua maioria, a Bichectomia é feita em pessoas que se mostram insatisfeitas com o volume das suas bochechas, podendo estar atrelada a uma questão somente estética ou não. É importante sabermos que a Bichectomia é direcionada também para aqueles que se sentem incomodados por esse excesso de gordura, que acaba provocando mordida involuntária no local.

Todavia, como entende o biomédico esteta Dr. Daniel Dias Machado, é essencial termos ciêcias que os procedimentos estéticos cirúrgicos são mais propícios à complicações. Dessa forma, podemos dizer, por fim, que a retirada do Bichat tem ramificações do nervo trigêmeo, que está ligado a sensações que se espalham da face para o cérebro, fazendo com que o maior risco seja a paralisia facial no paciente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Ultimas Notícias