Global Statistics

All countries
553,960,620
Confirmed
Updated on 2 de July de 2022 19:08
All countries
525,928,894
Recovered
Updated on 2 de July de 2022 19:08
All countries
6,360,587
Deaths
Updated on 2 de July de 2022 19:08
spot_img

Entrega de vacinas prevista para setembro é 9% menor que a de agosto

De acordo com o cronograma de entregas de vacina do Ministério da Saúde, divulgado na quinta-feira, 26, são esperadas para o mês de setembro 62,6 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. A quantidade é cerca de 9% menor do que a cota prevista para o mês de agosto, que conta com 68,7 milhões de imunizantes.

A conta da pasta considera 12 milhões de doses da vacina de Oxford-AstraZeneca, fornecidas pela Fiocruz; 6,1 milhões de doses da CoronaVac, entregues pelo Instituto Butantan e 44,5 milhões de doses da Pfizer-BioNTech, enviadas pela própria farmacêutica. Essa será a maior entrega de vacinas da Pfizer realizadas até o momento. Para fator de comparação, o volume previsto para setembro é quase o dobro das 26,2 milhões de doses recebidas neste mês.

A principal redução ocorreu nas entregas da CoronaVac. Para agosto, a projeção de entregas do Ministério da Saúde considera 31 milhões de doses da vacina do Butantan. No entanto, é provável que no encerramento do mês, essa quantidade seja ligeiramente menor. Nesta segunda-feira, 30, o Butantan atingiu 92,8 milhões de doses entregues ao Ministério da Saúde. Para finalizar o acordo de fornecimento de 100 milhões de doses faltam 7,2 milhões doses. Segundo Dimas Covas, o volume restante será entregue até o fim de setembro, quando se encerra o prazo. Isso também alteraria – em 1,1 milhão de doses adicionais – a quantidade de vacinas previstas para setembro. Mas é necessário esperar novo cronograma, que é atualizado semanalmente pela pasta.

É comum o cronograma mensal previsto pela pasta da saúde sofrer alterações de cotas. A projeção varia de acordo com os contratos e tratativas feitos com os laboratórios. Mas a pasta ressalta que pode haver alterações devido a diversos fatores, incluindo o não recebimento dos insumos para produção de vacinas, questões logísticas e operacionais dos laboratórios e atraso nas entregas das doses prontas.

Para o próximo trimestre estão previstas mais 226,7 milhões de doses, sendo 58 milhões da Fiocruz; 32,5 do consórcio internacional Covax Facility; 99,9 milhões da Pfizer-BioNtech e 36,1 milhões da Janssen.

Confira o avanço da vacinação no Brasil:

 

 

 

 

spot_img

Ultimas Notícias