Global Statistics

All countries
244,621,614
Confirmed
Updated on 25 de October de 2021 12:51
All countries
219,889,521
Recovered
Updated on 25 de October de 2021 12:51
All countries
4,966,999
Deaths
Updated on 25 de October de 2021 12:51

Amigos na madureza

Não é fácil, para um adulto, fazer um novo amigo. Refiro-me a um amigo de verdade, àquela pessoa com quem você pode contar a qualquer hora, junto de quem você se desobriga de usar máscaras sociais e em cuja companhia não se acanha em pensar em voz alta. Conhecemos gente nova todo dia. Podemos nos aproximar de pessoas que nos cruzam o caminho circunstancialmente, mas esses relacionamentos superficiais estão longe de constituir amizades. Adolescentes e jovens, ao contrário dos mais velhos, costumam fazer amigos para uma vida inteira. Isso talvez se deva ao fato de que, naquela idade, a ausência de interesses outros que não a amizade em si gera sentimentos genuínos e fortalece os laços de confiança.

Não é fácil, portanto, fazer um novo amigo a partir de, digamos, 40 anos. Mas também não é impossível. Nem a pandemia foi desculpa. Muita gente estreitou laços em grupos de WhatsApp, compartilhando anseios e angústias relacionadas ao necessário isolamento social a que tivemos que nos submeter. Eu mesma passei a integrar novos grupos extraordinários de gente contribuindo com seu olhar sobre a Covid e os desafios que ela impôs ao país. O grupo Parlatório, que reúne formadores de opinião das mais diversas áreas, é um exemplo de fórum em que, apesar da distância física, novas amizades nascem ou se fortalecem. Nesse ambiente virtual, empresários, banqueiros, economistas, políticos, juristas, escritores e outros profissionais, todos com profundo conhecimento de causa, debatem o cenário brasileiro com franqueza e generosidade – dois atributos que se procura em um amigo.

Não cultivar amizades é uma forma de apequenar a própria existência e reduzir nossa expectativa de vida. Quando nos isolamos do mundo, mesmo sem querer, estamos abrindo mão de um universo de prazer e cumplicidade que nos beneficia imensamente. Os amigos, afinal, formam uma espécie de rede de proteção contra as inevitáveis adversidades do mundo. Tenho certa facilidade em fazer amizades, mas sei que nem todo mundo é assim. Às vezes, um bom empurrão é oportuno. A nossa capacidade para fazer amigos não tem prazo de validade, que se esgota quando ainda somos jovens. Deixo aqui uma provocação: se adultos marcam encontros românticos, em busca de um parceiro, por que não investir também em encontros de amizade?

A música popular ajuda a embalar esse sentimento. “Não é bom saber que você tem um amigo?”, perguntava James Taylor em “You’ve got a friend”. Paul Simon e Art Garfunkel responderiam “sim”, explicando poeticamente que amigo pode ser “uma ponte sobre águas revoltas”. Milton Nascimento e Fernando Brant resumiram tudo: “Amigo é coisa pra se guardar /debaixo de sete chaves / dentro do coração”. Só para lembrar alguns hinos inesquecíveis à amizade.

Por mais que as relações próximas habitem uma espécie de intimidade espontânea – um lugar onde não há erros nem julgamentos – mantê-las exige investimento afetivo. Trata-se de uma iniciativa prazerosa, que não é da ordem da ambição, mas da devoção. Afinal, a vida, como cantavam os Beatles, fica mais gostosa “com uma ajudinha dos amigos”.

Ultimas Notícias

Descubra como anunciar seu negócio no Google

O Google é o maior buscador do mundo e é o mais usado no Brasil, ou seja, anunciar seu negócio na plataforma...

Quando vai chegar a vacina contra a Covid-19 para as crianças?

À medida que mais crianças voltam para a escola, a ansiedade dos pais aumenta. Isso porque ainda não há nem sinal de uma vacina...

Rio de Janeiro aplicará terceira dose em idosos a partir de segunda-feira

Neste domingo, 12, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio de Janeiro divulgou o calendário de aplicação da terceira dose da vacina contra...