Global Statistics

All countries
140,645,486
Confirmed
Updated on 17 de April de 2021 09:13
All countries
119,539,279
Recovered
Updated on 17 de April de 2021 09:13
All countries
3,015,017
Deaths
Updated on 17 de April de 2021 09:13

Após ser criticado por racismo, Haddad diz que tweet era ‘ironia à casa-grande’

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), foi alvo de polêmica nas redes sociais devido a uma publicação feita em sua página oficial no Twitter. A fala de Haddad foi apontado como racista por uma parcela significativa dos seus seguidores ao compartilhar uma foto do comentarista Walter Casagrande, em que escreveu: “Tem Casa Grande que vale a pena”. O trocadilho do sobrenome do ex-jogador com a casa-grande, local onde moravam os proprietários rurais e donos de escravos no Brasil, gerou desconforto.

Após o tweet ser apontado por várias pessoas como sendo racista, Haddad apagou a publicação e disse que seria uma “ironia com a casa-grande”. “Querido Thiago, quando retuitei o vídeo do Casão, pensei em ironizar A casa-grande. Errei e apaguei porque mesmo tendo intenção antirracista, não cabe ironia como uma dor que eu não senti, privilegiado que sou. Aprende-se. Estamos juntos”, respondeu ao colunista da Folha de S. Paulo, Thiago Amparo. No vídeo, Casagrande fazia críticas a situação política do Brasil, principalmente ao senador Chico Rodrigues (DEM), flagrado na última semana com R$ 30 mil na cueca, e à contratação — posteriormente suspensa — de Robinho pelo Santos, após o jogador ter sido acusado de estupro na Itália.

Ultimas Notícias

Dr. Marco Antonio Quesada Ribeiro Fortes explica os sinais de que você precisa procurar um urologista:

A medicina é um campo de estudo e atuação muito abrangente, possui inúmeras especializações da forma mais minuciosa possível, afirma o Dr....

Atirador mata 8 pessoas em centro de operações da FedEx nos EUA

Um atirador matou oito pessoas e feriu várias outras em um centro de operações da empresa de entregas FedEx em Indianápolis, nos Estados Unidos,...

Ex-policial abre mão de depor em julgamento por morte de George Floyd

Derek Chauvin, ex-policial da cidade norte-americana de Mineápolis, abriu mão nesta quinta-feira, 15, do direito de depor ao júri sobre sua participação na prisão...